Dinheiro parado

A OAB de São Paulo está pedindo ao Tribunal Regional Federal que libere os precatórios já depositados e programados para serem repassados este semestre – cerca de R$ 400 milhões.

O entrave começou quando a ministra Nancy Andrighi, corregedora do CNJ, decidiu que todo precatório da União tivesse seu pagamento suspenso e valores devidamente recalculados.

http://blogs.estadao.com.br/sonia-racy/dinheiro-parado/

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.

Log in